Terapia afirmativa para
gays, lésbicas, bissexuais e seus familiares.
Acompanhe também:
  • Klecius Borges

Meu trabalho

É com satisfação que apresento, a você, meu trabalho, como psicólogo, atuando principalmente como psicoterapeuta dedicado ao atendimento a gays, lésbicas, bissexuais e seus familiares.

As razões pelas quais, direciono meu trabalho para gays, lésbicas e bissexuais, devem-se, em primeiro lugar, à minha crença de que a orientação homoafetiva, e as diferentes identidades sexuais, têm especificidades que, embora não reduzam o indivíduo, a apenas esse aspecto da personalidade total, por si só, justificam uma abordagem com características próprias, e centrada nas questões direta ou indiretamente relacionadas a elas. Em segundo lugar, essa escolha foi também fortemente influenciada por minha experiência pessoal, e por minha participação, no exterior, em grupos que lidavam seriamente com essa temática, de uma forma dirigida e especializada.

O trabalho de aconselhamento consiste em focalizar questões, direta ou indiretamente, ligadas às orientações homoafetivas, de forma mais ampla – como, por exemplo, o desenvolvimento da identidade homossexual e de um estilo de vida diferente da maioria – ou, mais específica – como o se assumir perante a família, e os amigos, enfrentar as dificuldades nos relacionamentos familiares e afetivos, questões sexuais, ou ainda ,problemas no ambiente profissional.

Já o trabalho de psicoterapia possui um espectro mais amplo, e, embora não se limite às questões relacionadas às orientações homoafetivas, parte do pressuposto que, grande parte das dificuldades, psicológicas e emocionais, enfrentadas por homossexuais, têm como origem a homofobia, e seus objetivos, entre outros, são os de ajudar os individuos a desenvolver uma identidade homoafetiva positiva, e alcançar a integridade psíquica decorrente do processo de autoaceitação. Além disso, visa também maior autoconhecimento, e aprofundamento no entendimento das diversas questões e temas, envolvidos no desenvolvimento psíquico e emocional, de forma mais ampla.

Os grupos visam criar um ambiente seguro, e acolhedor, onde os participantes podem expressar livremente seus sentimentos, trocar experiências, e aprender, ou reaprender, formas de se relacionar, com outros indivíduos, de modo saudável, espontâneo e verdadeiro. Frequentemente, com uma história de solidão, e sentimentos de inadequação por se sentirem diferentes, por um longo período em suas vidas, homossexuais têm, no grupo, a possibilidade de se identificar, rapidamente, com outros indivíduos, com experiências semelhantes, e de rever eventuais dificuldades relacionadas à intimidade, e à troca emocional. Como resultado desse tipo de trabalho, costumam surgir ganhos significativos nos sentimentos de autoestima e autoimagem.





terapiafirmativa@uol.com.br Tel.: (11) 3891.0838

Copyright ©2015.
Todos os direitos reservados.